quinta-feira, 6 de abril de 2017

Trabalhando com as Funções Executivas

   Um dos testes mais utilizados para avaliar controle inibitório é aquele baseado no paradigma do Efeito Stroop (STROOP, 1935) em suas diversas versões. 
   O original e mais tradicional é aquele constituído por pares de cores e nome de cores que não coincidem, devendo a pessoa dizer apenas o nome das cores apresentadas acima em cada par, inibindo os nomes de cores não coincidentes escritos logo abaixo, que é a resposta mais automática para uma pessoa que sabe ler. 
  Outras versões são o Stroop Semântico (com figuras e requerer a nomeação de seu oposto, a exemplo, diante da figura de um sol deverá ser nomeada a palavra lua) e o Numérico (números dentro de quadrados, sendo a quantidade de números colocada dentro de cada quadrado inconsistente com o número ordinal representado), que seguem o mesmo princípio das informações inconsistentes em cada item, requerendo inibição da percepção de parte da informação disponível. 













Salles, Jerusa Fumagalli de, & Paula, Fraulein Vidigal de. (2016). Compreensão da leitura textual e sua relação com as funções executivas. Educar em Revista, (62), 53-67

quarta-feira, 15 de março de 2017

Atividades para trabalhar Atenção

A dica de hoje é para Atenção!!!  


Jogo dos 7 erros é sempre uma boa opção. Sempre passo pepel contact para aproveitar. 






As próximas trabalham atenção seletiva. Dê 1 minuto para encontrar a figura selecionada. 

Que tal criar você mesmo suas próprias atividades de intervenção?! 











sexta-feira, 10 de março de 2017

Atividades para trabalhar coordenação motora fina

 Olá pessoal!!!
Como vocês sabem, adoro preparar minhas próprias atividades de intervenção. Como estava com um tempinho livre, selecionei algumas atividades da net para trabalhar coordenação motora fina.
Vocês podem imprimir em um papel mais grossinho e passar papel contact, depois é só utilizar caneta para quadro branco e reutilizar suas atividades.
As figuras de alinhavos também usei contact e fiz furinhos com o furador de papel comum.
A coordenação motora fina é uma habilidade essencial para a pré-escrita.
















quinta-feira, 9 de março de 2017

Letra bastão é a ideal durante o processo de alfabetização.


O tipo ideal a ser utilizado durante o processo no qual as crianças estão apreendendo os símbolos gráficos é a caixa alta –termo da informática-, ou seja, a letra de forma maiúscula. 


Essa preferência se dá por ela ser um tipo de letra fácil de ser representada -não possuindo as ligações naturais da letra cursiva cujo traçado é difícil de ser feito pelas crianças no início da escolaridade- e por estar mais presente na cultura escrita da nossa sociedade. 


O mundo está repleto de linguagem escrita que  utilizam o tipo “caixa alta” como padrão, assim como a letra minúscula de imprensa, ou de forma. De modo que é importantíssimo que as crianças que estão sendo alfabetizadas sejam expostas, num primeiro momento, à esse tipo de letra para que possam identificá-las nos livros, gibis, revistas, placas, etc.que encontrarão fora do contexto escolar, estabelecendo relação com o aprendizado formal e  os escritos do mundo. 


Somente após a criança ter dominado todos os símbolos gráficos e estar alfabetizada é que devemos ensiná-las a utilizar a letra cursiva.  



Fonte: http://johannaterapeutaocupacional.blogspot.com.br/search/label/caixa%20alta%20ou%20de%20imprensa%20mai%C3%BAscula%20%C3%A9%20a%20ideal%20durante%20o%20processo%20de%20alfabetiza%C3%A7%C3%A3o.

DISGRAFIA: MELHORA COM UM CADERNO DE CALIGRAFIA?


A disgrafia é um transtorno da escrita, resultante de um distúrbio de integração viso-motor, que afeta a capacidade de escrever ou copiar letras, palavras e números.
Por isso podemos dizer que ela se trata de um transtorno funcional que acomete crianças com inteligência dentro dos parâmetros da normalidade, sem enfermidades e transtornos neurológicos, sensoriais, motores e/ou afetivos que justifiquem tal dificuldade.
Quando um aluno tem disgrafia podemos observar, nitidamente, que os traços são pouco precisos e incontrolados, a letra é retocada e feia e o espaço entre as linhas, palavras e letras são irregulares.
 Existe uma desorganização para ocupar o espaço da folha demostrando que a criança tem defasagens na orientação e organização espacial.
 Para o traçado das letras podemos notar que existem dois extremos: ou falta de pressão com debilidade dos traços, ou traços demasiadamente fortes que causam cansaço e lentidão da escrita.
 Estes aspectos tornam a letra ilegível para o entendimento daquilo que foi escrito.
 O tratamento da disgrafia passa por uma reeducação psicomotora que envolve o encorajamento de várias formas de expressão, treino da motricidade, equilíbrio, organização cinético-tônica, postura correta para pegar o lápis, a pressão exercida e o ritmo da escrita.
 Para isto, não adianta dar para a criança um caderno de caligrafia, e sim treinar aspectos relacionados a postura, controle postural, dissociação de movimentos, a representação mental do gesto necessário para o traço, a organização e percepção espacial e temporal, a lateralização e a coordenação visomotora.


Fonte: http://atividadeparaeducacaoespecial.com/inclusao-disgrafia-melhora-com-um-caderno-de-caligrafia/

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Coordenação Motora

Veja como você pode começar trabalhando primeiramente a coordenação motora ampla:


Ensinar o movimento de zigue-zague, através de corridas com obstáculos nessa posição ou desenhando no papel para os carrinhos fazerem o movimento.
coordenacao motora fina 6
Sugestão de Circuito Psicomotor




Coordenação motora ampla e proprioceptiva 

Organização espacial, dominância lateral e motilidade ocular




Que tal elaborar uma ‘cama de gato’ com fitas adesivas e tiras? Ideal para crianças a partir dos 6 anos. É ótima brincadeira para desenvolver percepção espacial, equilíbrio, raciocínio e agilidade! 


dia-das-criancas-6












C




Com ecobags e um quintal você pode brincar de corrida do saco e garantir ótimas risadas da 
turminha! Para crianças acima dos 6 anos. Desenvolve equilíbrio, espírito esportivo, agilidade e coordenação motora.


dia-das-criancas-7















Golfe: uma estimulante brincadeira que vai trabalhar o movimento, concentração, psicomotricidade, coordenação, cores, tamanhos e lateralidade. Usar bolinhas de tênis de mesa.
Golfe: uma estimulante brincadeira que vai trabalhar o movimento, concentração, psicomotricidade, coordenação, cores, tamanhos e lateralidade. Usar bolinhas de tênis de mesa.